logo
MENU

Qual a melhor escolha de um terreno !!

Face Norte

A melhor posição do terreno em relação ao sol é a face norte. Um terreno tem sua frente na face norte quando, olhando o a frente do terreno da rua, o sol nasce do lado esquerdo do terreno e se põe do lado direito. A escolha desta face é interessante por propiciar um melhor aquecimento da residência.

Largura Mínima

Para casas de até 70,00m², o ideal é que a largura mínima seja de 5,50 metros. Uma largura boa seria acima de 7,00 metros.
Quanto mais largo for o terreno, melhor ficará a disposição da casa e melhor ficará a iluminação e ventilação da casa, tendo em vista a possibilidade da colocação de uma quantidade e de um tamanho maior de janelas e afastamentos laterais (das divisas).

Nível do Terreno

É interessante que o nível do terreno seja igual ou mais alto do que o nível da rua, caso contrário, olhando a casa pronta da rua, parecerá que a casa estará “enterrada” no terreno.

Inclinação do Terreno (Desnível)

Quando o terreno tiver uma inclinação acentuada, ou seja, maior do que 1 metro a cada 10 metros, será interessante consultar um engenheiro ou um arquiteto. É interessante que seja feita esta consulta para aproveitar o terreno da melhor forma possível e para que se tomem os cuidados necessários quanto a impermeabilização e drenagem.

Infra Estrutura

Verificar se já está disponível a infra-estrutura de telefonia, esgoto e principalmente de água potável e de energia, pois sem estas duas últimas não é possível iniciar a obra.

Guia Amarela

É possível solicitar a guia amarela junto a secretaria de urbanismo. Esta guia apresenta alguns parâmetros que deverão ser verificados antes da construção, entre eles o recuo, a taxa de ocupação e a existência de faixa de drenagem.

Recuo. Recuo frontal: Espaço na frente do terreno onde não é possível construir. Normalmente é de 5,00m, mas deverá ser verificado, pois podem haver variações; Recuo das divisas: Espaço exigido entre a construção e as divisas laterais e dos fundos.

Taxa de ocupação. Normalmente a taxa de ocupação é de 50%, ou seja, poderá ser construído no máximo 50% da área do terreno. Exemplo: em um terreno de 300m², a parte térrea da casa poderá ter até 150m²;

Faixa de drenagem. Faixa destinada a drenagem da água da chuva. A indicação da faixa de drenagem na guia amarela é um alerta expedido pelo IPPUC para toda a quadra onde passa a faixa de drenagem, sendo necessária uma consulta junto a prefeitura para verificar a localização exata da faixa de drenagem na quadra e a eventual passagem no terreno em questão.

Não existem apenas estes três parâmetros, como os colocados acima, estes são os principais, os demais deverão ser verificados junto a um profissional competente, um Engenheiro Civil ou um Arquiteto.

Imediações

É interessante verificar algumas características nas imediações do terreno, como:
Padrão das casas vizinhas, ou das quadras vizinhas quanto ao acabamento e ao material utilizado. Se tem um bom acabamento, se são em alvenaria ou em madeira, se são térreas ou sobrados. Isto é interessante ser verificado para que, por exemplo, você não construa uma casa térrea entre dois sobrados e não tenha sol em nenhum horário. Outra possibilidade é que você possa ter a sua casa em alvenaria rodeado por casas de madeira;

Distância dos comércios mais próximos como: supermercado, farmácia, banco, lotérica;

Distância de alguns locais públicos como: ponto de ônibus, hospital, posto de saúde, escola, creche, módulo policial;

Distância até uma rua principal, rodovia, aeroporto ou indústria, devido ao barulho ou incômodo que estes podem trazer futuramente.



Fonte:construfacilrj.com.br